segunda-feira, 30 de junho de 2014

"MULHERES ROMANI - ROSTOS E IDENTIDADES"







Hoje, viemos agradecer aos velhos e novos amigos, em especial a quem acompanha esse blog: Cozinha dos Vurdóns – um projeto da AMSK/Brasil.

Daremos início a uma Mostra Fotográfica que começou na cozinha, nesse jeito gostoso de conversar e de discutir os problemas do dia a dia. Começou com essa vontade imensa de encontrar uma brecha que fosse e através disso construir possibilidades.

Essa mostra é mais que nós, mulheres da AMSK/Brasil. Ela é o retrato, agora vivo de uma construção utópica, entretanto, possível.

Visando lançar luzes sobre esta realidade, a Associação Internacional Maylê Sara Kalí (AMSK/Brasil) apresenta a Mostra Mulheres Romani (Ciganas): Rostos e Identidades – a primeira do gênero no país. Montada a partir do acervo fotográfico da AMSK/Brasil e da generosa contribuição das famílias Castilho, Chagas, Durdevic, Fernandes, Frediani, Iovanovitchi, Rocha, Rolim, Silva e Vidal, a Mostra tem o objetivo de revelar a força, as identidades e a diversidade das mulheres romani do Brasil, mostrando um pouco de sua história, de suas dores, conquistas, alegrias e lutas. A partir do inestimável apoio da Procuradoria Especial da Mulher do Senado Federal, oferecemos ao público a diversidade de elementos que compõe os rostos e identidades destas mulheres, cidadãs brasileiras de etnia romani.

Abrir um pouco da história de cada uma dessas famílias; é trazer a tona as realidades que sempre foram camufladas, ignoradas, incompreendidas e pré julgadas. Muito se fala somente da pobreza, mesmo que está é aliada e protagonista real de muitas realidades; mas o dano emocional e a quebra da auto estima são sentidas em todos os níveis sociais e isso é desde sempre. 

Nessa tênue esperança que embala os nossos sonhos enquanto caminhamos é que está a Mostra  Fotográfica: MULHERES ROMANI – Rostos e Identidades

Cozinha dos Vurdóns - um projeto, AMSK/Brasil.

sexta-feira, 27 de junho de 2014

COMIDINHAS DA COPA II




É nois na copa gente,
então o jeito é aproveitar e torcer.


Pois é, vai ser na hora do almoço, almoçar e torcer ... sem passar mal é claro. Que a vitória seja como esse doce de ovos cítricos, feito com casca e sumo de limão siciliano.
Mas vai ter um pão de queijo....

Tortinhas salgadas de legumes, açafrão e queijo para acompanhar...saidas do forno.

Esses  já estão prontos, então falta preparar o restante...

Os aspargos estão marinados e prontos para irem ao forno...


As costelinhas de porco a espera de pegar o tempero ... marinadas no azeite, sal, alho, mel e vinho, seguimos adiante, agora só falta a salada assada - tomates, cebolas e especiarias, banhados no vinho chileno, é claro.


Agora é cruzar os dedos, colocar a blusa da sorte e manter a esperança de um bom jogo, um excelente almoço e a esperança de dias melhores, num país que carece de paz e serenidade para a escolha próxima de seus governantes.

Cozinha dos Vurdóns

quarta-feira, 25 de junho de 2014

CAMARÕES CÍTRICOS

RECEITINHAS CÍTRICAS

- 20 Camarões grandes - vermelhos,
- sucos: de 1 limão siciliano, i limão china, 1 laranja,
- sal,
- alho e 2 colheres (sopa) de azeite,
- uma colher de sopa de vinho branco.

Coloque esse molho numa vasilha e ponha os camarões para descansar, cerca de 1 hora.

Depois disso, esquente uma frigideira e coloque tudo; camarões e molho. Fogo baixo e mexendo sempre ... depois de 10' pode servir que já tá no ponto. A casquinha fica crocante e o camarão muito macio.

DELICIOSO E SIMPLES.

Cozinha dos Vurdóns

sexta-feira, 20 de junho de 2014

FEIJÃO - TE FAZ SENTIR EM CASA EM QUALQUER LUGAR DO MUNDO



Para o frio, feijões,

Para a tristeza; feijões,

Para matar a saudade; feijões,

Para recuperar as forças; feijões.




Eles, temperados com bacon, numa esquina de Madri. Com o caldo grosso, como dizemos por aqui. Acompanhados com uma boa taça de vinho da casa e pão fresco.



Conversamos com o cozinheiro e no final das contas, fazemos do mesmo jeito....um prato que já foi exclusividade dos mais pobres e miseráveis e hoje serve a reis. Coisas da vida.


Coloque de molho na noite anterior, 1 pacote de feijão: jalo, marronzinho, mineiro, roxinho, mulatinho e por aí vai. Ele vai inchar e dobrar de tamanho, então coloque com espaço de sobra na bacia.


No outro dia, faça assim, coloque na panela de pressão:

1 cebola grande ralada,

4 dentes de alho bem amassados,

½ maço de salsinha fresca picada e ½ maço de salsinha picada,

1 colher (sopa) de sal,

4 colheres de azeite.

1 pitada de pimenta do reino,

2 colheres de sopa de bacon bem picado.

Refogue os temperos (todos juntos) e coloque o feijão, mexa e misture bem, então acrescente água suficiente para cobrir a mistura, mais um copo grande. Tampe bem a panela e aguarde 20’. Desligue e espere uns 10’ para depois abrir a tampa – sem dispensar a segurança é claro.


Num reservado, você já separou pedaços de porco seco – o quanto baste e desalgou em água fervente, umas 3 vezes.


Verifique o sal do feijão e acrescente a carne. Vá cozinhando e mexendo, se precisar de água, coloque fria – nesse ponto ela ajuda a engrossar o caldo.

Pronto, o nosso por aqui derrete e de preferência usamos o feijão jalo, que é bem maior e engrossa bem o caldo.

Especialmente para a Falcão ...
Um achado da Glória, que como eu, deve ter dançado muito com meias coloridas e brilhantes....era o tempo das Discotecas.



 Cozinha dos Vurdóns


Coisas legais de se saber sobre o feijão.


A última POF (Pesquisa de Orçamentos Familiares) verificou uma queda no consumo de arroz e feijão pelos brasileiros, de 1975 a 2009, houve uma queda de 49% no consumo do feijão. A queda é mais evidente nas famílias de renda mais alta. 
Apesar de ser famoso pela quantidade de ferro, o feijão oferece muito mais nutrientes ao organismo. E, ao contrário do que muitos pensam, o feijão não fornece tantas calorias: em 100g dele cozido (sem temperos) fornecem apenas 33 kcal. Além disso, consumido junto com o arroz, a dupla se completa ao fornecer aminoácidos essenciais ao organismo: os grãos de arroz contêm metionina, e os feijões, lisina. 

Só estas já são razões suficientes para consumir o feijão, mas os estudos com o grão vão além: 

- Uma pesquisa com dados do National Health and Examination Survey (NHANES) 1999-2002, verificou que as pessoas consumidores de feijão apresentaram maior ingestão de fibras, potássio, magnésio e cobre, menor peso e circunferência abdominal; 

- O feijão contém fatores antinutricionais, ácido fítico e taninos, substâncias que formam complexos com os nutrientes e impedem nosso organismo de absorvê-los. Porém, o processo de cozimento reduz esses fatores, permitindo o acesso aos nutrientes, além disso, esses fatores são, na verdade, substâncias antioxidantes que também contribuem para manter a saúde; 

- O feijão fornece os dois tipos de fibras ao organismo, solúvel e insolúvel, sendo mais rico na primeira. As fibras solúveis, depois de ingeridas, se transformam em gel, permanecendo mais tempo no estômago, promovendo maior sensação de saciedade, além disso, o gel atrai as moléculas de gordura e de açúcar, que são eliminados pelas fezes, ajudando assim, a reduzir os níveis de colesterol e glicemia do sangue; 

Dicas:

- Os nutrientes do feijão são melhores aproveitados quando consumidos os grãos e o caldo, que concentra até 73% dos minerais; 
- A proporção recomendada de arroz e feijão sempre foi de 3 porções de arroz para 1 porção de feijão. Porém um estudo divulgado recentemente com 2 mil pessoas na Costa Rica verificou que, se consumidos na mesma proporção (1:1), os riscos de sintomas de diabetes são reduzidos em 35%. 

Feijão-preto: Muito usados em sopas e feijoadas;
Feijão-roxinho: presta-se bem para saladas, sopas e como acompanhamento;
Feijão-fradinho: também conhecido como feijão-macassar ou feijão-de-corda, usado no preparo de acarajé;
Feijão-mulatinho: bom para acompanhamento, embora em algumas regiões seja usado para feijoada;
Feijão-branco: para sopas e saladas, também fica excelente em cozidos;
Feijão-jalo: ótimo para sopas e saladas;
Feijão-rosinha: para acompanhamento; junto com o feijão-mulatinho, são os tipos mais consumidos;
Feijão-rajadinho ou feijão-verde: próprio para acompanhamento;
Feijão-canário: também para acompanhamento;
Feijão azuki: é marrom escuro, utilizado para fazer doces na culinária japonesa, mas pode ser consumido da maneira tradicional.


Fontes consultadas:
RAMIREZ-CARDENASI, Lucía; LEONEL, Alda Jusceline; COSTA, Neuza Maria Brunoro. Efeito do processamento doméstico sobre o teor de nutrientes e de fatores antinutricionais de diferentes cultivares de feijão comum. Ciênc. Tecnol. Aliment., Campinas, v. 28, n. 1, Mar. 2008
RG Nutri. O feijão na alimentação do brasileiro. Saúde & Qualidade de Vida.
USDA.

segunda-feira, 16 de junho de 2014

PANELINHA DE LOMBINHO, CREME DE QUEIJO E MANDIOCA



PANELINHA DE LOMBINHO, CREME DE QUEIJO E MANDIOCA


Isso mesmo. Dá uma suadeira que você nem imagina, por isso servimos nessas travessinhas, que parecem pequenas, mas que no fundo arrancam suspiros.

Rende que só, por isso, não pense que é pouco – serve 8 pessoas.

*1 kg de mandioca – bem cozida, desmanchando. Coloque um pouco de sal,
*700 grs de lombo ou pernil – fizemos de pernil, picada aos cubinhos e temperada com 1 cebola ralada, suco de um limão, sal e alho. Refogue tudo com um pouco de azeite e coloque *1 copo de água. Deixe ferver.

Amasse a mandioca e acrescente 1 colher de sopa de manteiga com sal, ½ copo de leite, 1 copo de requeijão culinário e 1 xícara de queijo prato, ralado grosso, misture tudo isso, mas não leve mais ao fogo. Apenas misture tudo e tempere com salsinha e cebolinha.

Essa mistura tem que ficar bem cremosa. 
Pense em colocar um pouco mais de leite se precisar.

Monte as panelinhas:

Coloque uma colher de sopa bem cheia de mistura de mandioca, coloque uma colher de carne e de novo uma colher de creme de mandioca. Salpique queijo curado – se quiser e coloque as panelinhas sem tampa-las numa forma de assar.

Na hora que quiser é só colocar no forno quente por 10 a 15’, depende do fogo e direto para a mesa.

Cozinha dos Vurdóns

sexta-feira, 13 de junho de 2014

COMIDINHAS DE COPA I




E não adiantou, o Brasil foi pras ruas, a grande maioria se encontrou com amigos, se juntou e foi torcer para o Brasil, alguns protestaram em 5 capitais brasileiras e de certa forma a coisa foi pacífica. O complicado fica por conta de uns 20 ou 30 que entram no meio da coisa e estragam o direito de manifestação pacífica - garantido pela Constituição Brasileira. Daí, quebram tudo, fazem um pampeiro e algumas pessoas se machucam. Eles se esquecem que quebram o próprio patrimônio. De fato faltam educação e mentalidade política até para se manifestar...

 




 O Itaquerão lotou e as cidades de fato se enfeitaram para receber aquele que é o esporte mais praticado no Brasil, o futebol.

Enquanto isso.....


Essas são para torcer e reunir os amigos ou curtir a fossa.
Ufa, ganhamos de 3 x 1 e antes que alguem fale do pênalti !!!!


e pra acompanhar ...

Uma carne assada e típica dos países do leste europeu - porque trás no molho: mostarda pra temperar...
Aproveitamos e refizemos uns pãezinhos no forno, com queijo, geléia de amoras e mostardas ... dois minutos e sucesso na certa.

Tinha pipoca, chá mate de pêssego (pra espantar o friozinho) e Guaraná....

Já começamos a pensar para o próximo jogo .... muitos cardápios, o segredo e arranjar tempo antes do jogo começar, então vale a dica da cozinha: deixe tudo armado  e temperado na noite anterior e na hora do jogo é só curtir.

Cozinha dos Vurdóns

quinta-feira, 12 de junho de 2014

MULHERES DE ETNIA ROMANI


Opré romale!!!

POSTAS DE ROBALO A MARISQUEIRA



ROBALO A MARISQUEIRA


Tempere 4 postas finas de robalo com:
Suco de 2 limões grandes
2 dentes de alho amassados,
Sal que basta,
½ cebola grande ralada,
3 colheres (sopa) de azeite de limão siciliano.

Tempere as postas com todos os temperos e os coloque em uma frigideira de fundo grosso, com fogo baixo. Vire delicadamente depois de 10’. Vá girando a frigideira e mudando as postas, até que fiquem douradas. Sirva com batatas cozidas – o segredo é que quando está tudo pronto, você retira as postas e coloca um pouquinho de água, verifica o sal e deixe ferver.
Regue agora as batatas e sirva.


Fica a saudade e a vontade daquele vinho, daqueles dias e a certeza de que uma boa receita, com um jeitinho de cozinha GITANA sempre é possível.

Cozinha dos Vurdóns

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

SOU CIGANO - Bruno Gonçalves