TUDO JUNTO E MISTURADO

Com vocês ... o Mexido

Presente na mesa de boa parte das pessoas, apresentamos o mexido da Maylê, em comemoração a ação mundial de: um dia sem carne.


Você vai precisar:

1 panela do tipo frigideira larga,
Alhos - 3 dentes amassados,
2 cebolas picadinhas,
1 cenoura picada e 1 colher de sopa de manteiga,
salsinha e cebolinha fresca e picada,
2 ovos mexidos,
1 tomate picadinho ou 4 tomates secos - usamos o natural,
2 xícaras de arroz já cozido,
1 xícara de ervilhas frescas já cozidas,
azeitonas verdes sem carroço
1 alho porô picado - folha e caule.





Refogue a cebola, o alho e a cenoura na manteiga, acrescente 1 colher de café de sal e mexa até que doure.
 Depois vá acrescentando o alho porô e o tomate seco (o natural, só mais tarde). Os ovos mexidos e a azeitona. Volte a mexer até que tudo esteja integrado. Acrescente 2 a 3 colheres de sopa de água e o arroz, mexa bem e acrescente a ervilha e o tomate natural. Abaixe o fogo e coloque mais 2 colheres de sopa de água. Mexa novamente.
 Agora coloque a salsinha e a cebolinha picadinha. 

E avançar ... 

Tá na mesa ...


Um pedaço de história

Seus cabelos, tão negros que chegavam a tomar, às vezes, o reflexo azulado da asa do corvo, emolduravam, cinde sobre os ombros, um rosto de um oval perfeito e de apurada dignidade. Grandes olhos azuis como pervincas, sombreados por cílios e sobrancelhas da cor dos cabelos, uma tez lisa e branca como leite, lábios frescos como cerejas, dentes que fariam inveja às pérolas, um pescoço cuja ondulação tinha a graça e a flexibilidade de um pescoço de cisne, braços um pouco longos, mas de forma perfeita, talhe flexível como o do junco mirando-se num lago, ou da palmeira balançando-se no oásis, pés cuja nudez permitia fossem admirados o pequeno tamanho e a elegância, tal era o conjunto físico da personagem sobre a qual nos permitimos chamar a atenção do leitor.

Alexandre Dumas em: O salteador - descrevendo a cigana Giesta.
 
 Cozinha dos Vurdóns

Comentários

  1. Pinta bem e é fácil de fazer. Achei curioso acrescentar os ovos já cozinhados previamente. Vou experimentar!
    Beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Faça-os mexidos e reserve, assim eles não ressecam a frigideira.

      bjs e nos diga como ficou, afinal de contas, você é a nossa experimentadora oficial.

      bjs

      Excluir
  2. :)) que boa ideia
    obrigada

    1000 beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom mesmo foi te ver por aqui...

      :)

      bjs muitos de todas nós

      Excluir
  3. Parece-me uma delícia.
    Gosto destes pratos mais na base do vegetal. Os ovos também. Gosto de ovos de todas as maneiras,desde que bem passados.
    Enfim, comia um pratinho!
    Beijinhos amigos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Um pratinho com certeza cai bem.

      bjs nossos querida,

      Excluir
  4. Adorei o "tudo junto e misturado"!Delícia!Adorei,também,o fragmento do insigne escritor francês, Alexandre Dumas descrevendo a cigana Giesta.Merecia ser transposto para uma tela...Acho que até posso tentar...Mas,com certeza vou fazer este misturado saboroso!Parabéns queridas!O Deuleske Blagoe!(para os que não entendem o romani:As Bênçãos de Deus! ou "Deula(Deus)as abençôe!"Com Sara e por Sara Sempre!Beijos cobertos de açúcar e canela!(Como os sonhos recheados para o chaj romanô)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que assim seja querida. Que bom que gostou, faça e nos diga como ficou.
      O trecho da descrição é belíssimo, gosto muito desse livro.
      Ainda tomaremos um tchai

      bjs nossos

      Excluir
  5. Aplaudo a receita, é daquelas que me agrada ainda antes de comer.

    Beijos :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tô entendendo AC, essa é boa mesmo e pra fazer de tanto jeito.

      bjs de todas nós

      Excluir
  6. Parece-me deliciosa esta receita.
    Beijinhos para todas e obrigada pela história da descrição da cigana de Alexandre Dumas!:)))))))))

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E é Ana, rápida e saborosa.

      No fundo Alexandre Dumas deveria achar as mulheres ciganas belíssimas e sempre dizia alguma coisa em relação ao carater e a postura de dignidade. Raro nas obras de muitos autores.

      bjs nossos

      Excluir
  7. Adoro mexido!!!! Alguns anos atrás, lá em BH, o Casa Cheia (um dos bares) apresentou o mexidoido chapado no concurso do comida di buteco. O de vocês tá com cara de que compete com o do casa cheia, hein?

    :)

    beijos e ótima semana!

    ResponderExcluir
  8. Bom, não é pra dizer nada ... mas até aquele que a gente faz da frigideira com borra de bife de pernil, arroz, feijão, farinha e pimenta, por aqui, ganha ares de rei da festa ... coisa de mineiro mesmo.

    Valeu o elogio...bjs muitos de todas nós.

    ResponderExcluir
  9. Será que ainda há para mim???
    Tenho andado atarefada com o D. que pouco tenho vindo aqui ao blogue.
    Adorei a receita e sem carne, para mim é delicioso.
    7 beijos brilhantes

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Faço um especial pra vc, mas guardei seu pratinho no forno, é só buscar.
      Sempre terá um aqui.

      bjs meus e nossos

      Excluir

Postar um comentário

Sejam todos bem vindos.

Postagens mais visitadas